Header Ads

Formula Negocio Online

EUA criam solução gratuita contra ciberataques para pequenas empresas.

Iniciativa ajudará companhias a desenvolver estratégia de segurança online. Recurso chega em novembro.

Com os hackers cada vez mais de olho nas pequenas empresas, a Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC) anunciou ontem, 24/10, que fornecerá uma ferramenta online para ajudar essas...



companhias a desenvolverem uma estratégia de segurança na web.


O software Small Biz Cyber Planner fará uma série de perguntas como “A sua empresa usa cartões de crédito?” e “Sua companhia tem um site público?”. Depois, baseado nas respostas ele irá gerar um guia de planejamento para ajudar as empresas a colocarem em prática algumas políticas de proteção contra ameaças virtuais.

“Com as grandes companhias aumentando suas proteções, as pequenas empresas agora são os alvos mais fáceis para os cibercriminosos”, afirmou o diretor  da FCC, Julius Genachoski, durante o evento de lançamento da ferramenta.

O recurso está sendo desenvolvido em parceria pelo Departamento de Segurança dos EUA, a Aliança Nacional de Ciber Segurança, Câmara de Comércio dos EUA, Chertoff Group, Symantec, Sophos, Visa, Conselho de Roubo de Identidade, a FCC e a fornecedora de pagamentos ADP. Ele estará disponível no site da FCC a partir de novembro e será gratuito.

A Comissão Federal de Comunicações não especificou quais tipos de políticas a ferramenta pode recomendar, mas fez referência a uma Planilha de Dicas de Cibersegurança para pequenas empresas que lançou há alguns meses. Ela inclui conselhos básicos do tipo como se certificar que os roteadores Wi-Fi estão seguros, codificar dados nos computadores, instalar programas de proteção e treinar funcionários para não clicarem em links de e-mails enviados por pessoas que não conhecem.

As pequenas empresas precisam ter consciência dos ciberataques, destaca uma pesquisa feita pela Symantec e pela NCSA que também foi publicada na segunda-feira. O custo médio de um ciberataque para uma empresa de pequeno porte em 2009 e 2010 era de mais de 188 mil dólares (330 mil reais), de acordo com o estudo. O levantamento também descobriu que cerca de três quartos das empresas pequenas e médias teriam sido afetadas por ciberataques nesse período. Apesar disso, apenas 52% das pequenas empresas possuem um plano de cibersegurança.

“Essa ferramenta terá um valor especial para companhias que não possuem os recursos para contratar um funcionário apenas para protegê-los de ameaças da web”, afirma Genachowski. “Mesmo um negócio com apenas um computador ou uma máquina de cartão pode se beneficiar desse importante guia.”

Por Computerworld



Tecnologia do Blogger.