Header Ads

Formula Negocio Online

Google anuncia o Google Music "EUA".

O Google anuncia na noite desta quarta-feira, 16, seu serviço de música Google Music.  

Evolução do Music Beta, versão na qual os usuários gastaram cerca de 2h30 por dia ouvindo canções, ele continua grátis para armazenamento e streaming de até 20 mil músicas e já está no ar — mas apenas para usuários dos Estados Unidos (por enquanto), reportam veículos de ...

comunicação americanos que acompanham o evento.

Integrado ao Google Music, músicas e álbuns estarão disponíveis para venda no Android Market, a loja de aplicativos da emrpesa. O site The Verge informa que viu na apresentação do Google os preços de US$ 0,99 e US$ 1,29 para faixas de música e US$ 9,49 para álbuns, o que confirma imagens vazadas anteriormente. Além disso, a integração com o Google+ foi confirmada. Ao compartilhar uma música com um amigo na rede social, ele pode ouvi-la inteira gratuitamente.

Para celebrar o serviço, o Google diz em seu blog que vai oferecer faixas e álbuns exclusivas de Shakira, Coldplay, Pearl Jam, Dave Matthews Band,Tiësto, Busta Rhymes e The Rolling Stones (álbum nunca lançado).

O Google Music oferece também um serviço para artistas. Qualquer artista que tenha direitos autorais licenciados pode distribuir suas músicas na plataforma do Google e criar sua página. Isso permitirá a venda de conteúdo diretamente a fãs.

O Google Music estará disponível em telefones e tablets baseados em Android 2.2 ou superior. Serão 13 milhões de músicas disponíveis para compra no Android Market, resultado da parceria da empresa com  Sony, Universal, EMI e outras gravadoras independentes. 



Desafios. O Google Music aparece oito anos depois do lançamento do iTunes, serviço que fez da venda de músicas na internet um procedimento legal. “Eles estão entrando nesse mercado um pouco tarde no jogo, onde há grandes jogadores estabelecidos”, disse à Bloomberg o analista da Gartner Ray Valdes. “Você pode dizer que é um mercado saturado”.


Tecnologia do Blogger.