Header Ads

Formula Negocio Online

Oito carreiras em TI que estarão em alta em 2013

Carreiras em alta em 2013

Especialistas em negócios e experiência do usuário, desenvolvedores, administradores de cloud e design de jogos estão na lista dos profissionais mais requisitados.

 

 O mercado de Tecnologia da Informação (TI) está aquecido, mostrando um cenário favorável para quem busca uma oportunidade na área. Com as habilidades corretas, é possível conquistar um espaço nas empresas e atrair a atenção dos líderes de TI.

Mariana Horno, gerente sênior da divisão de Legal, RH e TI, da Robert Half no Brasil, consultoria especializada no recrutamento de talentos, afirma que 2013 mostra uma maior procura, sobretudo, por especialistas em negócios e projetos. “Porém, sem dúvida, os desenvolvedores continuarão sendo um foco importante”, completa.
Ela observa que o primeiro trimestre do ano costuma ser mais moroso no processo de contratação, por conta das férias de verão e do Carnaval. “Porém, é bom buscar oportunidades e a possibilidade de conseguir um emprego é alta”, relata. É preciso ter paciência já que o número de dias úteis é menor nos primeiros meses do ano.



Na opinião de Guilhermo Reis, gerente de Usabilidade da Catho, site de classificados de currículos e vagas de emprego, as áreas que devem buscar mais profissionais são desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis, administração de sistemas em nuvem e virtualização, design de experiência do usuário, Business Inteligence, segurança e gerenciamento de projetos.

“De forma geral, todas as carreiras em TI estão em falta, desde o programador até o CIO. As carreiras que envolvem novas tecnologias são mais carentes porque existe uma demora natural para surgirem novos cursos que formem profissionais”, constata.

Segundo Mariana, é vital reunir as competências técnicas e comportamentais em linha com as necessidades das organizações para ser contratado. Para conquistar uma posição nas empresas, ela afirma que os profissionais de TI devem apresentar conhecimento técnico aprofundado e certificações correlatas a esse conhecimento específico.

Além disso, prossegue, executivos que façam a ponte entre TI e a área de negócios têm sido demandados para tornar a área mais próxima de seus clientes internos. “A ideia é que TI seja cada vez mais estratégica, participe e entenda mais do business, agregando maior valor à companhia”, detalha.

Reis afirma ainda que o profissional de TI deve ser mais que um bom técnico porque não basta ter um bom conhecimento das tecnologias se o profissional não sabe aplicá-lo para resolver os desafios da companhia. “Ele tem de entender de administração, marketing, compras, finanças e do negócio da empresa. Também precisa ter boa habilidade de comunicação (tanto escrita quanto oral) para se relacionar bem com todos os envolvidos no projeto”, completa.

A executiva da Robert Half diz perceber atualmente uma movimentação corriqueira, demandando profissionais no segmento de meios de pagamento, e-commerce e indústria farmacêutica. “Hoje, temos, em média, 20 a 25 vagas de TI por mês. Esse número é um pouco variável, pois temos vagas em andamento e vagas que chegam durante a semana”, explica. Na Catho, Reis aponta que hoje o site conta com 16.595 vagas abertas para área de Informática/TI.

Sobre os salários para a área, Reis observa que 2011 houve um aumento em todas as funções. De acordo com a Pesquisa Salarial e de Benefícios da Catho a função que registrou maior incremento salarial foi a de analista de Tecnologia da Informação júnior, com salto de 27,59%. Em 2011, o profissional ganhava 1.723,47 e em 2012 passou a ganhar 2.198,89 reais.  Em seguida, vem o consultor de Tecnologia da Informação, com salto de 19,8% no salário, saindo de 7.141,24 reais em 2011 para 8.555,26 em 2012 (veja mais na tabela abaixo).

A tendência, segundo Reis, é que a valorização salarial seja mantida em 2013.

TOP cargos para 2013, de acordo com a Robert Half e a Catho em ordem aleatória.

1. Desenvolvedor
2. Desenvolvedor de aplicativos móveis
3. Administrador de sistemas em nuvem e virtualização
4. Design de jogos
5. Especialistas em experiência do usuário
6. Especialista em Business Intelligence
7. Especialista em segurança e gerenciamento de projetos
8. Especialistas em negócios e projetos

______________________________________________
Por: Déborah Oliveira
cio.uol.com.br




Tecnologia do Blogger.